quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Fogo-Morto



O Fogo-morto pode ser considerado uma maldição do folclore brasileiro, precisamente no noroeste do Rio Grande do Sul, onde sua superstição tem mais força entre os carreteiros e viajantes.

sábado, 24 de agosto de 2019

Caboclo D'Água



O Caboclo D'Água ou Nego D'Água é uma criatura do folclore indígena brasileiro. Metade homem metade peixe, mora nas regiões pedregosas do Rio São Francisco, onde seus relatos são recorrentes. Atormenta os pescadores e embarcações que passam por ali, protegendo os peixes, é considerado um perigo das águas do Brasil.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Corpo-Seco




Corpo-Seco é uma alma penada do folclore brasileiro, negado no céu e no inferno, foi condenado a vagar pela terra eternamente, mas se tornou perverso e passou a viver nas estradas atacando viajantes e pessoas perdidas na noite.

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Coca e Coco



A Coca e o Coco são comedores de crianças do folclore português, considerados assombrações ou entidades malignas, não costumam ter uma aparência definida, são como penumbras da noite que pairam pelos telhados das casas em busca de mal criados.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Quibungo



Quibungo é uma criatura do folclore africano que se popularizou no Brasil com a vinda dos navios negreiros para a Bahia no tempo da escravidão.

O Pé de Garrafa


Pé-de-Garrafa é um monstro do folclore brasileiro, metade homem metade bicho, vaga pelas matas berrando alto para assustar e caçar os caçadores e pessoas que se perdem nas estradas.

Anhangá


Anhangá é o deus da caça, protetor das matas e dos animais. Uma entidade andarilha do folclore norte do Brasil. Se manifesta sob a forma de um veado branco reluzente com olhos de fogo e uma marca na testa. Tem a missão de perambular pelas matas e impedir que os caçadores cruéis massacrem os animais da fauna.

domingo, 11 de agosto de 2019

Jurupari



Jurupari é um ser mitológico do folclore brasileiro da região norte, popularizado pelos povos indígenas da amazônia. Eles o descrevem como uma entidade do mal que deu origem aos outros seres malignos como os Mapinguari

terça-feira, 9 de julho de 2019

Cuca



A Cuca é uma figura muito famosa do folclore brasileiro, popular em quase todos os estados, é descrita como uma bruxa velha e escamosa que habita cavernas úmidas fazendo poções e feitiços.

Cucafera



Cucafera é uma criatura do folclore catalão, uma das bestas hediondas mais assustadoras da região espanhola.

Também conhecida como Cucafera de Tortosa, devido a sua lenda dizer que ela apareceu pela primeira vez nesta cidade.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

A Fada do Natal

A lenda da Fada Açucarada 

A Fada Açucarada também conhecida como Fada do Natal, ficou popular após ter um papel de destaque na obra do ''Quebra Nozes'', a famosa dança do balé criada por Tchaikovsky.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

O Bode Vermelho



O Bode Vermelho é uma assombração do inferno, considerado um bicho do apocalipse. É uma das bestas hediondas enviada por Satã para punir os homens que se esqueceram de Deus e do próximo.

sexta-feira, 22 de março de 2019

Arlequim



O Arlequim é um palhaço colorido conhecido popularmente por sua fama carnavalesca, usa trajes enfeitados com retalhos em formato de losangos, uma máscara que cobre seus olhos e às vezes um chapéu, associado à peças de teatro e comédia,tem uma origem sombria e assustadora que é pouco conhecida.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Capelobo



Capelobo é um monstro do folclore brasileiro. Também conhecido como Lobisomem do norte, por ser uma mistura de lobisomem com tamanduá ou anta devido ao formato de sua cabeça.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Crânios Negros (Blackskulls)




Ninguém sabe de onde os Crânios Negros vêm, mas podem ser considerados uma seita satânica do cunho mais sombrio e assustador.