sábado, 24 de agosto de 2019

Caboclo D'Água



O Caboclo D'Água ou Nego D'Água é uma criatura do folclore indígena brasileiro. Metade homem metade peixe, mora nas regiões pedregosas do Rio São Francisco, onde seus relatos são recorrentes. Atormenta os pescadores e embarcações que passam por ali, protegendo os peixes, é considerado um perigo das águas do Brasil.

É descrito como um ser humanoide cor de bronze, com feições de peixe, lembra muito um Monstro do Pântano tradicional, clique aqui para ler mais sobre ele. Tem músculos e escamas pelo corpo, orelhas compridas como as de um morcego, uma espécie de crista de peixe está sobre sua cabeça e suas mãos e pés são unidos por uma membrana, como um pé de pato ou anfíbio, para facilitar sua vida na água.

Gosta de derrubar as canoas dos pescadores que não lhe fazem uma oferenda. Para escapar da astúcia do Caboclo ou Negro D'Água, é preciso lhe dar fumo ou cachaça e o respeitar, por ele ser muito forte; rápido e perigoso.



Mulheres principalmente de pernas brancas são muito atraentes para o Caboclo D'água, ele costuma circular o barco para raptar as mulheres e a estuprar para perpetuar sua espécie.

Pescadores costumam colocar as famosas Carrancas e talhar ou desenhar uma estrela no fundo de seus barcos como uma maneira de afastar esse estranho ser, e evitar que ele parta os anzóis e fure as redes de pesca.



Quando vira um barco ou canoa, o mítico Caboclo D'Água não se contenta em roubar toda pescaria, mas afoga os pescadores e ainda esconde os corpos para que não seja levado pelo rio.

Algumas versões de sua lenda está relacionada ao ''Pai dos peixes'' Uauiara, que também é uma das versões da origem do Boto folclórico. E ao Ipupiara, que seria uma espécie de monstro marinho, considerado demônio pelos índios, pois vivia nas águas e atacava pessoas para comer partes dos seus corpos.



Em Juazeiro, na Bahia, foi erguida uma estátua do ''Nego d'Água'', como lá ele é chamado, pois seu avistamento na região foi mais recorrente, a estátua o retrata como sua descrição clássica e tem 12 metros de altura.


Um comentário: