domingo, 16 de fevereiro de 2014

Ao Ao


Ao Ao,  é um monstro a da Mitologia guarani, e um dos Sete Filhos de de Tau e Kerana, é freqüentemente descrito criatura selvagem parecida com um carneiro, portando um par de presas afiadas.

O seu nome é derivado do barulho que produz ao perseguir suas vitimas. O primeiro Ao Ao teria uma enorme força e disposição sexual e por isso era considerado antigamente o Deus da fertilidade pelos guaranis. Para eles, Ao ao teve vários filhos iguais a ele, que servem coletivamente como senhores e protetores das colinas e montanhas.

É descrito ainda como sendo canibal devorador de gente, embora sua descrição física seja claramente não humana, é meio humano por nascimento, então o termo canibal se aplicaria. De acordo com a maioria das versões do mito, quando avista uma vítima para se alimentar, persegue o humano por qualquer distância ou em qualquer lugar, não parando até conseguir sua comida.


Se a presa tentar escapar subindo em uma árvore, o Ao Ao derrubará a mesma, uivando incessantemente e cavando as raízes até a árvore cair. De acordo com o mito, a única árvore segura para escapar seria a palmeira, que conteria algum poder contra o monstro, e se a vitima conseguisse subir em uma, ele desistiria e sairia em busca de outra refeição. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário