quinta-feira, 24 de maio de 2018

Sagitário



Sagitário é um signo do zodíaco associado com a constelação de mesmo nome, sua história é baseada no mito grego sobre o centauro Quíron, mentor e filho adotivo de Aquiles.


Como Áries e Leão, Sagitário faz parte da trilogia dos signos de fogo.



É representado como um centauro arqueiro, que destaca-se como sábio, corajoso, violento e astuto.

A lenda de Sagitário surge com Quíron, que vem da mitologia grega, e é baseada no mito dos Centauros, criaturas consideradas pelos humanos como mais bestiais e violentas, por serem meio humano, meio cavalos.



Mesmo sendo feras, alguns gregos antigos ainda mantinham o respeito por Centauros, pois admiravam os cavalos e assim alguns não eram considerados totalmente hostis, que era o caso de Quíron, um centauro disciplinado que foi educado por Aquiles.

Quíron se tornou um centauro superior aos seus iguais, possuindo grandes poderes e conhecimentos medicinais, mas sua sina apenas permitia que ele curasse os outros, não podendo tratar de suas próprias feridas.



A lenda conta que Quíron foi acidentalmente ferido por uma flecha envenenada de Hércules com o veneno da Hidra, e agonizando na dor, o centauro não poderia se curar, e também não poderia morrer, ja que era filho de um deus. 

Ele preferiu trocar sua vida pelo fogo que havia sido retirado dos humanos por Prometeus, indo para o tártaro em seu lugar. Prometeu roubou o fogo do mundo, e foi punido pelos deuses sendo amarrado num rochedo para passar a eternidade tendo seus órgãos comidos por uma águia, e dia após dia sendo regenerado para passar pelo sofrimento mais uma vez.



Vendo o feito do centauro, Zeus concedeu a Quíron uma morte válida, o colocando nas estrelas como homenagem, formando assim a constelação de Sagitário.


 Dedicação de postagem: Carlos Henrique Carvalho