segunda-feira, 15 de abril de 2019

O Bode Vermelho



O Bode Vermelho é uma assombração do inferno, considerado um bicho do apocalipse. É uma das bestas hediondas enviada por Satã para punir os homens que se esqueceram de Deus e do próximo.


Acredita-se que existem muitos bodes vermelhos, tem a aparência de um grande pai de chiqueiro, todo ruivo, muito assustador, chifrudo e barbado, que aparece como se estivesse saído de um banho de sangue, ainda pingando deixando seu rastro por onde anda.

Exala um terrível cheiro de inhaca de bode, misturado com o mais puro enxofre capaz de sufocar suas vítimas.



Consegue ser visto apenas pela pessoa que assombra, mas não consegue esconder o seu fedor que ainda permanece no local por bastante tempo.

Costuma aparecer as 6 horas da tarde, logo após o anoitecer, e pode ser afugentado com muitas ladainhas e orações para as almas penadas, acompanhadas de muitas velas, sal grosso e água benta em todos os cantos da casa.



A história mais famosa documentada sobre a aparição de um Bode Vermelho está no livro 'Assombrações do Recife Velho' no conto ''A velha branca e o Bode vermelho'', onde um avistamento do ser hediondo foi relatado por uma velha que adorava mais sua imagem do Menino Jesus sob qualquer coisa em sua vida, esquecendo até de suas sobrinhas que ali moravam. Talvez tenha sido um dos motivos para a visita do Bode Sangrento que ali estava por ela enfeitar e bajular a estátua com ouro, vivendo apenas para a estátua e esquecendo sua família.



Nenhum comentário:

Postar um comentário