Pesquisar

Carregando...

Elementos do Halloween

Símbolos, criaturas, monstros e elementos da data especial de 31 de outubro:

Jack O' Lantern (Abóboras), o símbolo que caracteriza o Halloween tem por trás uma historia interessante e assustadora.

 Árvores Assombradas, estão espalhadas por todos os lugares, e servem como uma das principais decorações da festa macabra.

 Bonecos Amaldiçoados, aterrorizadores e assassinos, eles vieram das forças malignas prontos para derramar sangue.

 Bruxas, as perversas damas da noite, viraram um marco na cultura que estão presentes no nome Halloween traduzido para Dia das Bruxas, o dia em que o portal do mundo dos mortos se expande, conectando o nosso mundo com o 'além'.

 Corujas, as aves sábias e sobrenaturais rasgam os véus da noite com seus vôos silenciosos, atravessando o frio, agourando... 

 Corvos, seres soturnos, macabros e góticos, seus atos estranhos os tornaram parte da simbologia do dia 31 de outubro.

 Demônios os malignos filhos do inferno rondam a noite, a procura de corpos e almas para possuir.

 Palhaços, grotescos e as vezes engraçados, tem em suas costas muitas lendas urbanas sem esclarecimento.

 Espantalhos, solitários e sombrios, vivem guardando alguma plantação, até o dia do Halloween, quando despertam, e saem para se divertir...

Fantasmas, os espíritos dos mortos que vagam pela terra, se tornam mais reais na noite das Bruxas, quando voam a procura de corpos ou de lugares para novamente habitar.

 Gatos Pretos, animais de estimação das Bruxas,  poderosos e sedutores, guardam muitas lendas sombrias.

 Cemitérios, os lugares calmos, tranquilamente solitários, paraíso dos góticos e um lugar carregado que o torna macabro, por sepultar os mortos e aguarda quando os mesmos voltam de debaixo da terra.

 Casas Assombradas, os lugares tenebrosos que guardam segredos do passado, mortes, assassinatos, possessões e invocações.

 Lobisomens, os monstros da lua cheia, que despertam para seus atos fatais, estraçalhando suas vítimas e espalhando sua maldição.

 Morcegos, os mamíferos voadores, sugadores de sangue, que voam pela noite, as vezes, são vampiros transformados a procura de alimento.

 Morte, a ceifadora de almas, guardiã dos cemitérios, tem sua jornada eterna levando os espíritos para o purgatório.

 Múmias, foram humanos durante um tempo, mas depois de embalsamados, voltam a vida pela maldição que as guarda adormecidas. 

 Pântanos, cenários assombrados por defuntos e monstros, são úmidos e desgastantes, fazem parte dos lugares fantásticos que guardam segredos de Halloween.

 Vampiros, os condenados que podem ser demônios ou não, são seres que vivem se alimentando de sangue dos outros, são sedutores e sensuais, poderosos e noturnos, um grande ícone não só do 31 de outubro, como também do terror em geral.

 Mortos Vivos, recém saídos de seus túmulos, os defuntos voltam a vida, à procura de cérebros e cometendo atos canibais, perambulando nos cemitérios e cidades.