terça-feira, 24 de julho de 2018

Pisadeira


A Pisadeira ou Velha Pisadeira é uma lenda do folclore brasileiro vinda de uma variante portuguesa que se tornou muito popular nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

É uma das assombrações noturnas que anda pelos telhados das casas de madrugada observando as pessoas que dormem de barriga cheia.

Ela é descrita como uma velha muito alta  e imunda de aparência medonha. Tem unhas grossas, afiadas e sujas, seu cabelo é branco embaraçado, seus braços são secos e tem um nariz grande e peludo, sua boca é cheia de dentes esverdeados que sua saliva espumante lava com terror.

Extremamente feia ela costuma gargalhar assustadoramente para assombrar suas vítimas de madrugada.

Quando alguém come antes de dormir, e vai para a cama deitando-se de barriga para cima,  a velha Pisadeira atravessa o teto e segundos antes de sua vítima adormecer, ela senta em cima do peito do indivíduo, causando-lhe uma paralisia.


O presságio do ataque acontece quando se ouve os passos da velha no telhado, ela anda devagar e geralmente em círculos, apenas esperando o momento certo para entrar.




Mesmo paralisado, quem é atacado pela Pisadeira consegue ter consciência do que está acontecendo, mesmo indefeso pode sentir o peso de seu traseiro sufocando seu corpo, ao mesmo tempo ouvir as gargalhadas da assombração, e vê-la em estado de alegria sobre sua cama, apenas contemplando o sofrimento da paralisia causada pela mesma.

A vítima não consegue gritar por ajuda ou mover qualquer parte do corpo, apenas saber o que seus olhos estão vendo e esperar sua angustia acabar.

A paralisia do sono talvez seja a explicação para o surgimento da lenda da Velha Pisadeira, mas nada é comprovado, pois dizem que o motivo dela chegar nas pessoas de barriga cheia em sua cama, é para se sentir como ela, ja que morreu de fome e consegue sugar energia vital e sensitiva das pessoas, para que não se sinta faminta, roubando a sensação de pessoas que dormiram satisfeitas demais.