segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Caronte - O barqueiro das almas



Caronte, também conhecido como O barqueiro das almas, dos mortos, de Hades ou do Inferno, é uma alma penada que foi condenada a atravessar as almas para o mundo dos mortos.


A lenda da Mitologia Grega conta que Caronte foi amaldiçoado por Zeus, após ter roubado a Caixa de Pandora, assim ficou para sempre navegando pelos rios Estige e Aqueronte, os quais dividiam o mundo dos vivos e dos mortos.



Caronte levava todas as almas para Hades, era frequentemente retratado na Grécia antiga predominando vasos funerários, com sua imagem no barco como um homem robusto de aparência áspera e rude, mas portando um comportamento gentil e refinado, seu corpo era musculoso e portava seu remo, e um cinto engordurado que segurava seus trapos obscenos. Hoje em dia ele é representado como o anjo da morte como conhecemos nos dias de hoje, vestindo um capuz negro, geralmente ocultando sua face, que por muitas vezes foi representada como uma caveira ou coberta por uma máscara de bronze, para que não assustasse as almas recém-chegadas.



Outra lenda conta que Caronte apenas atravessava almas que pudessem pagar pelo trajeto, por isso os gregos antigos costumavam enterrar os cadáveres com uma moeda na boca, para que não fossem condenados a passar 100 anos vagando pelas margens dos rios, assim os tornando assombrados, pois muitas vezes os pobres não poderiam pagar e tornavam-se almas perdidas temporariamente.

Caronte era filho de Nix, a deusa da noite, e diziam ter um irmão gêmeo, que ele mesmo o assassinou no rio dos mortos, após uma briga que durou por 13 meses. Seu irmão se chamava Corante e eles dividiam a tarefa da embarcação, até que Corante começou a desconfiar e após a briga, foi morto afogado, dando uma cor vermelha de sangue as águas do rio infernal.




Em outras mitologias, Caronte pode ser qualquer um que foi amaldiçoado pelo Diabo, e pode passar uma eternidade levando almas para o inferno, mas uma lenda diz que se ele passar seu remo para alguma alma, ele estará livre para sair do castigo, deixando a tarefa para a nova alma.

2 comentários: