segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Belphegor



Belphegor (em português Belfegor) é um demônio, e um dos Sete Príncipes do Inferno, representa o pecado da Preguiça, alem de também ser conhecido por ser o demônio das descobertas e inventos, pois ajuda as pessoas a fazer descobertas.

Ele seduz as pessoas, sugerindo-lhes invenções engenhosas que irão fazê-las ricas, porém, a maioria são armadilhas em troca de almas. De acordo com alguns demonologistas do século 16, seu poder é mais forte no mês de Abril.

Belfegor também tenta os humanos por meio da preguiça, e era cultuado na antiga Palestina, como um deus que era associado a libertinagem e orgias. Os Israelitas o adoravam na forma de um falo que era uma de suas características principais, pois sua língua tinha a forma de um falo enorme, além de ter uma forma humanoide de um velho barbudo com a boca aberta, e outras características bestiais comuns, como chifres, rabo de dragão e dentes caninos imensos.

Antes de se chamar Belphegor, seu nome era Bastiel, foi nomeado Belphegor quando firmou uma aliança com Lúcifer, expulsou do inferno outro demônio chamado Molloch, e foi condecorado Príncipe da Preguiça e Rei do Primeiro Círculo.




7 comentários:

  1. Eu pensei em criar uma história com base nos sete príncipes do inferno, e o protagonista seria, sem dúvida, Belphegor (pois é o que mais parece comigo, claro, em suas características psicológicas ashausha').

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. conto com você cara xD essa história seria ótima, espero ansiosamente

      Excluir
    2. Vou gostar de ver uma história dessas

      Excluir
  2. Hm, algum jeito de realizar contato com belfegor?

    ResponderExcluir
  3. Os Israelitas foram os primeiros monoteístas da História. Essa afirmação de que "adoravam o Belfegor na forma de um falo" é errada. Os Israelitas adoravam o Deus de Abraão, Issac e Jacob, o Eterno, Javé, El, Hashem, Deus, o Deus do Judaísmo e do Cristianismo. Aliás, o termo Palestina para definir a Terra de Israel, deriva do nome Philistina, ou Terra dos Filisteus, um povo marítimo já extinto quando os Romanos usaram essa designação. Os Britânicos voltaram a usar a designação Palestina quando ocuparam o território após a 2ª Grande Guerra. Os povos que adoravam monolitos fálicos e árvores eram os Cananeus, que estão extintos há milhares de anos e habitaram a Terra de Israel, como aqui em Portugal passaram por exemplo os Visigodos, os Fenícios, os Cónios e tantos outros que já não existem.

    ResponderExcluir