terça-feira, 19 de junho de 2012

Pinhatas Possuídas (Piñatas)



Os Pinhatas são objetos inanimados com contexto tradicional que são possuídos por espíritos e demônios, tornando-se perversos e malignos.

A lenda dos Pinhatas provavelmente tem origem na America Central, onde seu culto é predominante no uso de tais objetos em comemorações como festas de aniversários nos dias de hoje, o que pouco se sabe é que eram usados antigamente como atrativos para convocar os mortos e aprisionar espíritos do mal dentro dos objetos, que poderiam ser modelados de diversas formas.


Quando um espírito se apodera de um Pinhata, ele consegue se adaptar a sua forma para poder se locomover e fazer diversos tipos de artes. Primeiramente tem um humor brincalhão, que gosta de se esconder e pregar peças, as vezes é associado como um ‘’demônio criança’’,  após fazer travessuras, ele mata suas vítimas, que são mais comuns, os humanos.

Ao possuir o objeto, o espírito pode também modificar a Pinhata a forma que lhe seja mais cabível, mas para isso, precisa de algum tempo até que se acostume como o hospedeiro de um inanimado.

Algumas vezes, Pinhatas podem aparecer para pequenas crianças, se mexendo freneticamente para assustá-las, mais esse tipo é conhecido por um espírito de criança que de alguma forma adentrou o objeto para fazer travessuras e nada maléfico.


Quando os Pinhatas matam muitas vezes, começam a sugar parte da alma das vítimas para que controle um poder que possam possuir assim outras coisas além de Pinhatas de festas tradicionais, eles passam a mover outros objetos, se transformar em pedras, árvores etc.


Para o benefício dos humanos, Pinhatas são destruídos facilmente, basta os queimar ou partir em pedaços, assim, expulsando o demônio que poderá nunca mais voltar se for feito algum tipo de ritual como exorcismo, são assim mandados embora, onde se perdem no meio do oceano e conseguem para em ilhas fazendo colônias (?!?!).

Você pode ver algumas semelhanças em Bonecos Amaldiçoados.