domingo, 31 de julho de 2011

Mantícora | Manticore


Uma Mantícora é um ser fantástico semelhante à Esfinge do Egito. Uma quimera com cabeça humana, asas de morcego ou dragões medievais, corpo de leão com três fileiras de dentes de tubarão afiadíssimo, e sua voz soava como um trompete.




Sua aparência varia durante as historias, pode ser vermelho, possuir chifres, e sua cauda pode ser de qualquer dragão ou até mesmo escorpião, que dispara espinhos com veneno que paralisam ou matam suas vitimas, eles possuem 50 cm e apenas o Elefante consegue se livrar de seus ataques.



A Mantícora devora suas presas inteiras, não deixando para traz pertences, ossos ou roupas.


Durante os primeiros séculos, as pessoas acreditavam que quando uma pessoa sumia, havia sido devorada por uma Mantícora.



Quando estava escondido, ele podia atrair as pessoas, fingindo ser apenas um homem barbudo, com sua cabeça fora de tocas, moitas e outros lugares.



O mito da Mantícora era de origem Persa, onde seu nome significa ‘’O devorador de homens’’, depois entrou para os bestiários do folclore Europeu depois da observação de um medico grego, que contou a historia da estranha criatura, mas depois não conseguiu sobreviver.


Nas pinturas medievais, as pessoas acreditavam que uma Mantícora, era um hibrido profano dos signos do zodíaco, tais como Leão, escorpião etc.

2 comentários:

  1. Porque a mantícora na verdade era uma interpretação fantasiosa do tigre indiano, assim como o unicórnio nada mais era que uma tentativa malsucedida de descrever o rinoceronte. O tigre, na natureza, não ataca elefantes adultos, que podem matá-lo.

    ResponderExcluir