terça-feira, 26 de julho de 2011

Baba Yaga / Bruxa / Yaha


Chamada Dama Negra, Baba Yaga é conhecida por vários outros nomes como Jaga Yaha, etc. é uma temerosa Bruxa do folclore Eslavo. Tem a forma de uma Bruxa tradicional, velha, com cabelos brancos, ossuda, nariz e queixo enormes com verrugas.



Ela voa em cima de um grande pilão de madeira, segurando uma vassoura, seqüestra crianças para fazer seu jantar, e mora em uma casa ambulante que tem pés de galinha. Muitas vezes ela aparece nas historias como uma vilã, mas também pode aparecer como uma vidente que ajuda as pessoas de bom coração.






O nome Baba Yaga vem do eslavo, Baba significa velha, ou avó, que é muito utilizado nas linguagens eslavas modernas. Já Yaga, pode significar o diminutivo do feminino. Em romeno, o nome é Baba Cloanţa (traduzido aproximadamente como "velha bruxa com dentes quebrados").



Nos contos Russos, a Baba Yaga mora na casa com os pés de frango, que se movem dançando, é cercada por uma ponte que tem em cada ponta uma caveira, a fechadura da porta é uma boca cheia de dentes afiados, e a cerca é feita de ossos humanos, geralmente, ossos de crianças que ela faz a sopa no jantar.



Em alguns contos, a sua casa esta conectada com três cavaleiros, um branco, que representa o dia (amanhecer), um vermelho que representa o sol (meio-dia), e um preto que representa a lua (meia-noite). 



Esses cavaleiros são invisíveis, e servos de Baba Yaga, que os comanda para matar os visitantes de sua casa.



Baba Yaga, é representada como antagonista de varias historias, ajudando pessoas em suas missões, porem, pedir sua ajuda é muito perigoso, pois a pessoa que receberá informação de Baba Yaga, tem que ser pura de coração. Dizem que ela envelhece um ano a cada pergunta que lhe fazem, mas esse feito pode ser retardado com um chá de rosas azuis e ingredientes mágicos.



Em vários contos de fada, a Baba Yaga é transformada em corvo no final da historia, e sua casa varia de acordo com cada país.



A Baba Yaga, pode ter surgido dos povos Nômades, principalmente da Sibéria, quando construíam cabanas sem janelas em cima de arvores que suas raízes espalhadas, dariam o aspecto de pés de galinha, essas cabanas eram construídas para adorar a imagem de seus deuses ou rituais de cremação pagã, onde apenas havia uma chaminé para sair fumaça. Quando se adoravam os deuses, eles construíam bonecas feitas de ossos com trapos que representaria assim a imagem de Baba Yaga, assim nas lendas Polonesas, Baba seria uma deusa, a quem foram oferecidos sacrifícios em tempos pré-históricos, devido a isto, ela teria voltado ao mundo dos mortos, sendo uma materialização em um corpo morto.


Baba Yaga na cultura pop:


Ela já apareceu em Uncanny X-Men, como um castigo para a bruxa boa Illyana Rasputin, conhecida como Magia.



Fez aparição na obra de Neil Gaiman, chamada Sandman na 38# edição.



Aparece também em uma historia do Hellboy e é personagem recorrente em Fábulas, da DC Comics, e é citada no livro do clã de Nosferatu, como oposição aos vampiros deformados das trevas.



Acredita-se que Baba Yaga viveu na Rússia por centenas de anos, até pouco tempo ser destruída.


Um comentário:

  1. Ótimo texto. Gostei do blog e das temáticas. Alguém recomenda textos bons para abordar na sala de aula?
    Esses dias também li um outro texto sobre Baba Yaga – A Bruxa Russa aqui:
    http://demonstre.com/baba-yaga-a-bruxa-russa/
    Abraços e até ao próximo post!

    ResponderExcluir